sábado, 1 de outubro de 2016

QUEM VÊ CARA...

De longe ele era encantador, mas bastou ficarmos “amigos” para eu descobrir um monstro dentro daquela pessoa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário